Usina de Letras
Usina de Letras
33 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->RIMAS TERMINADAS EM IA E EM ÁRIO -- 01/06/2017 - 08:34 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


É bom o tema Maria.

Pois com muitos termos rima.

O que muito nos anima.

Porque assim se podia

Comparar a uma jia

E bom também é Rosácute;rio

Que rima com salafrácute;rio

Principalmente petista

Esse bando comunista

Que rouba nosso erácute;rio.



Sempre nos fazendo otácute;rio

Com muita hipocrisia,

Falando em democracia,

Combate latifundiácute;rio,

Dizendo ser o adversácute;rio

Do povo trabalhador.

E o PT é protetor

Que vai acabar a pobreza

Mas primeiro a sua mesa.

Ao povo somente dor.



Esse bando de ordinácute;rio

Ainda pega o seu rumo

E para botar no plumo

Haverácute; grande calvácute;rio.

Pra mandar todo sectácute;rio

Que rouba, faz putaria

Com toda demagogia

Curtir a vida na cadeia

E levar bastante peia

Por muitos e muitos dias.



Rezei um bom Rosácute;rio

Para encontrar uma rima.

Com o Rosácute;rio acima

Encontrei muitos, vácute;rios

Principal foi salafrácute;rio

Também tentei com Maria

O melhor foi porcaria.

Bom para muitas pessoas

Dessas que vivem atoa

Que dizem defender pobre

Mas que não são muito nobres.

Cuidado com Vilas Boa.



Não sei porque o Danilo

Muito gentil e educado

Acabou sendo intimado

Pois nada fez. Só aquilo!!!

Se tem gente sem mamilo

Querendo ser deputado.

Estácute; no lugar errado

Falando em cidadania

Em privilégio se fia

Para não ser apanhado.



Gente com nome de santa

Que sempre reza o Rosácute;rio

Cada dia mais ordinácute;rio

E se transforma em anta

Um temendo sacripanta

Que acabou nosso País

Não quer o povo feliz

Porém sendo seu vassalo

Um rebanho de cavalos

Comandado por Luís.



HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, JUNHO/2017.


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 362 vezesFale com o autor