Usina de Letras
Usina de Letras
68 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60362 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3193)

Ensaios - (9714)

Erótico (13520)

Frases (48249)

Humor (19550)

Infantil (4828)

Infanto Juvenil (4178)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139358)

Redação (3118)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Felicidade -- 12/09/2007 - 19:05 (Ana Mendonça) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Eu vi o mundo de portas abertas,

janelas escancaradas acenando pra mim.

Vi gente de toda sorte adentrando portas

e resolvi também ir.

Não tomei atalho, ao contrário,

encompridei o caminho.

Neste caminho encontrei outra vida

e juntos, demos vida às vidas vindas de mim.

Quantas curvas encontrei!

Quantas pedras tropecei!

Quantos tombos levei!

Quantas lágrimas derramei!

Quantos sorrisos espalhei!

Quantas palavras esbanjei!

Continuei...

Portas abertas,

em uma resolvi entrar.

Parei com a mão na pilastra,

olhei para trás

e assombrada descobri

já ter entrado em tantas portas,

das quais, contar não consegui.

E elas continuam ali!

Continuam abertas,

continuam a esperar por alguém

que a deseja ultrapassar

e a felicidade buscar.

Eu, encontrei a felicidade,

não estava no transpor de portas,

mas, em cada passo de minha caminhada.

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui