Usina de Letras
Usina de Letras
76 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60362 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3193)

Ensaios - (9714)

Erótico (13520)

Frases (48249)

Humor (19550)

Infantil (4828)

Infanto Juvenil (4178)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139358)

Redação (3118)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Contos-->Deus Apaixonado -- 06/12/2006 - 01:45 (Antonio Guizzo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Deus apaixonou-se e, como todo enamorado, perdeu-se da razão universal, elidiu onisciência-potência-presença, distância imensurável entre criador-criatura, e baixou pedido-decreto-ultimato, em estado ocluso a toda prece ou reza, cismado só e unicamente no ser amoroso:
Pede-se a quem souber paradeiro de Dani (alta, linda, inteligente, inefável) que avise. Urge-se comunicado cabal, irrefutável, inexaurível, perene e exato de seu pululante destino a Deus, ermo de seus cuidados e quedo em solidão. Suplica-se ao pobre, ao burguês e ao senhor rico; assalariado, empresário ou governante que tenham pena de confrangimento divino e, sem tergiversação, façam gentil aviso. Admoesta-se que inescusável falta do ato torna inexpiável todo e qualquer passado, presente ou futuro pecado, e inevitável o fim do mundo por meio de todas variantes de tempestades, raios, terremotos, maremotos, e fenômenos naturais afins, incluindo uso de ogivas nucleares se necessário para maior eficácia do processo; e este será todo comandado e causado por sôfrego, irrequieto e impaciente Deus, precipitado em insensatez amorosa de humana compreensão. Solicita-se, roga-se, impetra-se imediato pedido de informação. No prazo de 48 (quarenta e oito) horas, sem atendido ser o requerido, dar-se-á início ao processo apocalíptico.
Obs: Mesmo sabendo que este comunicado será transmitido através de todos os meios de comunicação existentes a vós, sendo ciente das mais diversas formas de incredulidade por vossas excelências praticadas, ao término da primeira hora do tempo agora iniciado, e repetindo-se no mesmo período de tempo até o fim do prazo, soaram as trombetas do apocalipse, com o único intuito de dinamizar convencimentos e tornar inaceitável toda e qualquer forma de descrença.
Depois de 24 horas passadas, todos estavam conformados com o desaparecimento de Dani e o inevitável fim de mundo, alguns partidos políticos já se vangloriavam do comprimento de todas suas promessas de campanha. Mas, realmente insuportável, eram as trombetas do apocalipse, era prova inegável de que Deus não estava brincando, era o fim do mundo, em toda história da humanidade nunca fora ouvido músicos mais desafinados que os trombeteiros do apocalipse. Mesmo Dani, ainda ressentida com a briga com Deus, resolveu reatar e evitar a corrente de suicídios dados de hora em hora, causados pelos estridentes e malditos tocadores de trombetas.
Reataram e foram felizes por toda a eternidade de um mês, e no final dela, tudo acabou. Dani nunca mais falou com o Divino Criador e espalhou a todas as nações que o Pai era prepotente e achava-se dono do mundo.
Deus, por ser Divino de imensurável educação, nunca respondeu os desafetos. Hoje dedica-se exclusivamente a seu último livro: O Moderníssimo Testamento, onde, entre outras histórias, contará as aventuras de seu filho mais novo, Jenésio.
Não percam: exclusivamente no site www.deusdiario.zip.net

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 0Exibido 918 vezesFale com o autor