Usina de Letras
Usina de Letras
88 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59659 )

Cartas ( 21254)

Contos (13324)

Cordel (10319)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9535)

Erótico (13486)

Frases (47208)

Humor (19419)

Infantil (4619)

Infanto Juvenil (3936)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138766)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5656)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->ODE À RIMA E À MÉTRICA -- 15/11/2007 - 04:45 (Anselmo Cordeiro de Oliveira) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
A poesia que eu faço

Traz escrito nu`estandarte:

"Abram alas! Quero espaço

Pra levar, a todos, arte.



Rima e metro que, em mim, vêem

São os meus procedimentos,

A levar os que me lêem

Às jóias dos sentimentos



As armas que eu carrego

São simplórias, sim; não nego...

Mas aqueles dois agentes,



Pra levar à emoção

Um sensível coração,

São mais que suficientes".

@@@@

Net 7 Mares

ancorol@bol.com.br
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui