Usina de Letras
Usina de Letras
24 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50861)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140904)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->COM CIÚME DE UMA JUMENTA IRMÃO MATA O PRÓPRIO IRMÃO -- 16/07/2018 - 15:49 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Na cidade de Exu,
Na terra de Gonzagão,
Com ciúmes duma jumenta
Irmão mata próprio irmão.
Pra esse crime passional
Foi grande a repercussão

Já em outra ocasião
Foi abordado este tema
Pra se fazer um cordel.
Porém pra outro problema
Agora serve de alerta
Dentro de nosso sistema.

Já tivemos grande dilema
Com uma certa jumenta
Que matou muito irmãos
De forma bem mais violenta.
E a jumenta do Exu
Não foi nossa " presidenta"

A jumenta do Exu
Causou dor numa família
A jumenta presidente
Levou até nossa mobília,
Quanto estava no Planalto
Com bandidos em Brasília.

Ao Brasil causou quizília
Ao se eleger presidente.
Acabou com a Nação
E a vida de muita gente.
Pior que jumenta do Exu,
Mais burra e inconsequente.

Devemos ser condescentes
Com a jumenta do Exu
Porém não podemos ser
Com a outra, o baiacu,
Pois assecla do Molusco
E seu bando de urubu.

A maldita Belzebu
De nosso lindo país
Deve ser logo expulsa
Junta com o tal Luís,
José Dirceu, Genuíno,
E seu bando de infeliz.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
FORTALEZA, JULHO/2018
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 246 vezesFale com o autor