Usina de Letras
Usina de Letras
91 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62476 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->A TRISTEZA DA LUA -- 23/02/2008 - 06:36 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

A lua anda bastante entristecida,



Ofuscada por luzes das cidades.



Não que isso lhe tire as vaidades



Mas românticos, nela não têm guarida.



 



Essa a sua vingança mais sentida.



Pois as luzes trazidas por progresso



Cobra-nos alto preço por seu ingresso



Nossa alma torna-se bem mais sofrida.



 



Ah! Que falta dos tempos românticos.



Poucos hoje têm a alma compungida,



Pra compor os mais bonitos cânticos.



 



Mas porque com a lua se preocupar?



Se ficamos a cada dia mais xânticos?



E importa-nos o que mesmo? O luar...?



 



HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO



FEVEREIRO/2008


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 747 vezesFale com o autor