Usina de Letras
Usina de Letras
29 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62477 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50864)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->UM PAPA ORDINÁRIO -- 01/03/2020 - 10:03 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Esse papa comunista

De Bento roubou o anel

Beija a mão de Maduro

E também a de Fidel.

Chega até a dar tapa

Em uma pobre fiel

 

Com o peito cheio de fel

Por fogo em pequena escala

Critica o Bolsonaro.

Não fala da morte de coala

Nem mortos por comunistas

Na África, Rússia, Bengala

 

Toda imprensa se cala

Quando maltrata um fiel

Dão destaque à sua fala

Fazem o maior escarcéu

Quando ele criou um sínodo,

Invertendo seu papel

 

Pra vigiar nosso céu.

Viaja para o Sudão

Pra beijar seu ditador.

Não critica em sermão

O extermínio de baleia

Por Noruega e Japão.

 

Quem não respeita o irmão

E tirou cadeira de Bento

Na cadeira de São Pedro

Não poderia ter assento

Ainda recebe o Molusco,

Um outro mal elemento,

 

Pra adiar o depoimento

Dum sujeito que não ora

Condição que esse papa

E a Santa Sé ignora

E na cara de seu povo

Dácute; uma tapa sonora.

 

E na de nossa senhora

Sujeito bem ordinácute;rio,

Deixe seu povo de lado

Pra abraçar presidiácute;rio.

Em um ato repressivo

Indigno pra um vigácute;rio.

 

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, JANEIRO DE 2020

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 235 vezesFale com o autor