Usina de Letras
Usina de Letras
20 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62484 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10471)
Erótico (13578)
Frases (50871)
Humor (20083)
Infantil (5503)
Infanto Juvenil (4822)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140912)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->CARONA AO VÍRUS NÃO DÊ -- 21/03/2020 - 12:14 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Num momento de tensão

Com muito risco de morte

Não jogue com a sua sorte

Mantenha-se em reclusão

Faça uma reflexão

Melhor que tem a fazer

É mesmo se recolher

Ainda que fique ansioso

Também um pouco nervoso

Carona ao vírus não dê

 

Esqueça também vaidade

Porque toda nossa beleza

É termos sempre nobreza

De reconhecer a verdade

Nossa solidariedade

É mesmo nos esconder

Até faz falta o lazer

Pior é terra na cara

Ou cremado em coivara

Carona ao vírus não dê

 

Muitas das autoridades

Não tiveram preocupação

Com a saúde da Nação

Com irresponsabilidade

Foram a solenidade

De uma rede de TV

Só pra mostrar seu poder

Ainda pra fundo partidácute;rio

Roubam o dinheiro do erácute;rio

Carona ao vírus não dê

 

Primeira preocupação

É o nosso ostracismo

E rezar o catecismo

Vem em segunda opção

Esqueça agora o sermão

Até da CNBB

Do pastor que quer manter

Pela justiça seu culto

Para causar mais tumulto

Carona ao vírus não dê

 

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, MARÇO/2020

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 289 vezesFale com o autor