Usina de Letras
Usina de Letras
81 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59665 )

Cartas ( 21255)

Contos (13325)

Cordel (10320)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9537)

Erótico (13486)

Frases (47213)

Humor (19420)

Infantil (4625)

Infanto Juvenil (3939)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138776)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5658)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Brasília -- 26/06/2008 - 21:07 (Angela Barreto Alves) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131361636849631900
Brasília



Brasília, capital da política.

Capital daqueles que querem levar vantagem.

Onde, ou você se torna o esquema,

Ou se torna um João Ninguém.

Só vence quem entra na dança.

Porém, quem não entra é quem dança.

É anormal, é incomum.

Cidade fria,

Apesar de ser vermelha como fogo.

Fogo que queima que destrói.

Terra da incerteza.

Onde nascem as mudanças,

Onde nasce a tristeza;

De mais uma decepção.

Cidade escolhida,

Cidade mistério,

Cidade energia,

Cidade pobre de amor.

Cidade de um povo individualista.

Cidade onde vive o santo e o pecador.

Cidade que um dia...

Provará ao mundo

Que não é mentira, quando se diz...

Vencedor será aquele que traz consigo;

A verdade e o verdadeiro amor.

Amor ao próximo, amor a Terra,

Amor... Amor... Amor...

(Alegna Navrom)

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui