Usina de Letras
Usina de Letras
72 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59665 )

Cartas ( 21255)

Contos (13325)

Cordel (10320)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9537)

Erótico (13486)

Frases (47213)

Humor (19420)

Infantil (4625)

Infanto Juvenil (3939)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138776)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5658)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Fogo X Ar -- 01/07/2008 - 20:43 (Angela Barreto Alves) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131361637139130000
Fogo X Ar



Tu és fogo que queima.

És chama que brilha.

Sua beleza, seu brilho,

Seu calor domina.



Eu sou ar invisível.

Sem calor, calmo...

E como brisa,

Levei até você o perfume.



E sem que percebestes

Acabamos nos unindo

Numa harmonia

Que mantém acessa

A sua chama,

E seu brilho.



Mas por vezes...

Tentas ser força.

Ser o domínio.

E me julgas inferior a você.



Mas como ar

Posso ser vento.

Vento que sopra forte...

E soprando forte... junto...

Atingimos o que nos rodeia.

Hoje, faço uma proposta.

Vamos ser fogo e ar

Em harmonia absoluta!



Ou me tornarei

Vento que sopra forte!

Em sentido oposto.

E aos poucos seu brilho

Enfraquecer-se-á...

Enfraquecerá também,

Seu calor, sua chama...

Que queima que domina.



Perderei também,

Parte de mim...

Mas, como ar

Sou infinito...

E tu; serás apenas

Cinzas de recordações.

(Alegna Navrom)

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui