Usina de Letras
Usina de Letras
17 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62410 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22546)

Discursos (3240)

Ensaios - (10450)

Erótico (13578)

Frases (50803)

Humor (20074)

Infantil (5487)

Infanto Juvenil (4811)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1377)

Poesias (140872)

Redação (3320)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6235)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->Peleja Frei Dimão X Nanda Araújo -- 08/12/2022 - 21:42 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

 

 

 

 

Cordel-->Porfia entre Frei Dimão e Nanda -- 02/11/2013 - 16:11 (Brazílio)  Siga o Autor Destaque este autor Envie  Outros Textos

Dimão

Teu comportamento 
de longe eu bem observo 
tem mostrado um tormento 
pelo qual também me enervo. 

 

Nanda

Eu me sinto neste momento 
Entre a cruz e a caldeirinha 
É segredo o abrasamento 
E como o senhor adivinha? 

D.Andas viajando pra roça 
com suspeitada freqüência 
uma hora o caldo engrossa 
e mais grossa,vem penitência. 

N.Neste ponto foi bom avisar 
Muitos são os perigos da roça 
Se a consciência afrouxar 
Aí, sim, o “angu encaroça”. 


D.Se luz e sol vais buscar 
isso só faz bem à saúde 
mas cuidado pra não abusar 
de atividade mais rude. 

N.Sigo muito os seus conselhos 
Eles são de grande valia 
Para o chão vão meus joelhos 
E, em demasia, rezo na abadia. 

D.Com isso só quero dizer 
que é lindo ver o arrebol 
mas calor de inferno há de arder 
se isso inclui ida ao paiol. 

N.Vire esta boca pra lá, 
Não me fale de inferno 
Deixemos de tralalá 
Eu quero é o gozo eterno. 

D.O paiol é lugar proibido 
e até motivo de intrigas 
pois te levanta a libido 
só de passar mão nas espigas. 

N.Tá bom, não vou nunca mais 
Fazer brincadeiras no paiol 
Agora só lugares angelicais 
Passarão em meu crisol. 

D.Por isso co`o báculo em riste 
faço-te nova advertência 
ou do paiol tu desistes 
ou em dobro terás penitência. 

N.Não quero ver Frei Dimão 
Tão bravo desta maneira 
E com sua absolvição 
Serei feliz por inteira! 

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 9Exibido 88 vezesFale com o autor