Usina de Letras
Usina de Letras
13 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62282 )

Cartas ( 21334)

Contos (13267)

Cordel (10451)

Cronicas (22540)

Discursos (3239)

Ensaios - (10386)

Erótico (13574)

Frases (50669)

Humor (20040)

Infantil (5457)

Infanto Juvenil (4780)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140818)

Redação (3309)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1961)

Textos Religiosos/Sermões (6208)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->Embate entre a felpudinha e a raspadinha -- 14/05/2023 - 04:59 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

 

 

 

Embate entre a felpudinha e a raspadinha

És de fato u´a severgonha

mostrando-se assim desse jeito

os homens são todos u´a inconha

não te respeitam direito

 

O que agora exponho

é um dom da natureza

diante do espelho, se bronho

é gozo com mais clareza

 

Acho isso tão indecente

portanto fico coberta

sem pêlos és deprimente

contigo o Pai inda acerta

 

Teus pêlos são um horror

da idade da pedra pareces

além disso se faz calor

em plena fogueira padeces

 

Meus pêlos são obra divina

e como os anjos o éter regem

porreles o macho alucina

e do mesmo inda me protegem

 

Eu sou apenas moderna

com outra mentalidade

adoro uma boa baderna

e exponho mi´a sacralidade

 

Sacralidade, uma ova

se te mostras sem a pelagem

mereces em toda trova

condenação por sacanagem

 

Sou a pura natureza

que se descobre em brasa

aumento neles a macheza

e por mim mais tesão vaza

 

Vê bem se isso é conversa

para uma donzela pudica

és um vero mercado persa

noutra não pensas, que em pica

 

Pica é meu complemento

como também é o teu

escancaro o encantamento

e logo me sorve todo Romeu

 

Não deves ser tão saliente

pois uma hora te pune o Pai

estragas qualquer ambiente

e em ti só escória é que vai

 

Sou pela emancipação

por isso te recrimino

o tesouro que tens na mão

é o caminho mais divino

 

E por divino então ser

é que o com tanto zelo

na hora sacra do prazer

há de cabê-lo com cabelo

 

(continua na próxima)

 

 

Paulo Miranda
Enviado por Paulo Miranda em 25/02/2015
Código do texto: T5149993
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

5
foto
Paulo Miranda
 
A

Afonso astro Gonçalves há 7 meses

Que prazeroso e fértil embate em perfeitas trovas. No aguardo das próximas.
foto

Aloysia há 7 meses

Suspense! É esperar pela continuação que geralmente não é nada do que você pensa…
foto

Reri Barretto há 8 anos

Brazilio, kkk muito bom o seu cordel. Espero a segunda parte. Abraços.
foto

Antonio Laurentino Sobrinho há 8 anos

Boa noite!nobre poeta Brazilio!parabéns pelo magnifico cordel! com uma linda construção poética!um forte abraço fraterno!!!
foto

Kellen Cristine há 8 anos

Kkkkkkkk... só você mesmo! Adorei! Será que na continuação, vai aparecer mais um tipo? Será? Hihihi. Beijos
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 9Exibido 52 vezesFale com o autor