Usina de Letras
Usina de Letras
69 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62295 )

Cartas ( 21334)

Contos (13268)

Cordel (10451)

Cronicas (22540)

Discursos (3239)

Ensaios - (10391)

Erótico (13574)

Frases (50680)

Humor (20040)

Infantil (5461)

Infanto Juvenil (4782)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140824)

Redação (3310)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1961)

Textos Religiosos/Sermões (6211)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->Frei Dimão -- 08/07/2023 - 04:57 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

 



 



 



 




  1. Textos

  2.   

  3. Cordel



Frei Dimão em p(r)egação



Co´o báculo consagrado



Dimão inicia a romaria



sapatas por todo lado



e boiolas à riviria



 



A tropa que ele lidera



numa cura ouviu falar



contudo, mera quimera,



eles querem perpetuar



 



Vivas dando à diferença



comprazem-se em pro-meter



e como ser gay não é doença



só a hipocrisia é que é de doer



 



E rumo ao Monte Manaiin



o bom Dimão profetiza



pra se derramar sem fim



todo jorro que onaniza



 



Mesoclizar é um perigo



aos seguidores adverte



pra de Mixéu ser amigo



mais turba ele converte



 



A crença no metal vil



é o signo da salvação



se Geddel ao céu subiu



vai atrás dele o batalhão



 



E na pura concupiscência



que boa grana manipula



razão há pra dar peni(s)tência



na petezada que uLula



 



A entronização de Gilmar



no trono do manditismo



é pro Pai sinal mandar



que tá chegando o seu abismo



 



Que se solte o bom Cabral



e se lhe devolva seu elmo



para a solução final



na parceria com a Ancelmo



 



E reabilitado Cunha



pra que o país se pacifique



co´a volta da boa mumunha



de honra e glória a esse cacique



 



Lava jato é coisa do demo



who must go back to hell



e que reine o Bem Supremo



sob o cetro de Raquel


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 9Exibido 57 vezesFale com o autor