Usina de Letras
Usina de Letras
65 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59656 )

Cartas ( 21253)

Contos (13324)

Cordel (10319)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9535)

Erótico (13486)

Frases (47208)

Humor (19423)

Infantil (4618)

Infanto Juvenil (3936)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138764)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5656)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Domínio diabólico -- 19/09/2008 - 18:43 (Ana Maria de Oliveira Ramos) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Domínio diabólico



Meu doce e calmo amigo

Virou um camaleão

Sozinho ele é leal

É doce e compreensivo

Mas bastou ela chegar

E mostrar as suas garras,

O cordeiro se deforma

Transforma a calmaria

Em verbal pancadaria



Dominador e agressivo

Aos urros quer comandar

Quer ter poder e domínio

Anula-se ao seu olhar

E ela, bem sorrateira

Comanda a cena inteira

Controla remotamente

Um homem inteligente

Capaz e tão competente



Pra todos se torna um tolo

Um mero e frágil bobo

Dominado qual robô

Nem percebe o que se passa

E ela, encantadora,

Pensa a todos enganar

Parece uma serpente

Domina-o com toda graça

Vibrando com seu olhar



Lamento por meu amigo

Nas garras dela caiu

Nem percebe o quanto é frágil

Pensa ser dominador

No entanto é dominado

Não pode se libertar

Parece uma perdição

Uma bruxa diabólica

Transformou seu coração

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui