Usina de Letras
Usina de Letras
23 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62306 )

Cartas ( 21334)

Contos (13268)

Cordel (10451)

Cronicas (22541)

Discursos (3239)

Ensaios - (10398)

Erótico (13576)

Frases (50697)

Humor (20046)

Infantil (5466)

Infanto Juvenil (4789)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140835)

Redação (3311)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1961)

Textos Religiosos/Sermões (6217)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->O VALENTE -- 13/11/2008 - 10:04 (MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
O VALENTE

Marco Aurélio Chagas



Em um país existiu

há muito tempo atrás

indiscutível viril,

homem valente e veras.





Nada e ninguém o detinha,

qualquer que fosse o perigo.

O temor desconhecia

frente à fera e inimigo.





E, por todos respeitado,

obstáculos transpunha.

Fora visto amargurado.

Coisa que não se supunha.





Estava triste e abatido.

Aproxima-lhe um amigo

e lhe pergunta, incontido:

- o que aconteceu contigo.





Com olhar firme o valente

respondeu com amargura:

- tenho lutado e vencido,

isso sabe toda gente.





Sempre fui um destemido.

- Hoje conheci alguém

a quem temo de verdade.

O temi como ninguém,





Digo com sinceridade.

- E quem é esse que teme,

é o maior dos valentes?

E o gran batalhador treme

abaixa a face silente

e responde com pesar:

- eu mesmo. Cala e consente.



Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui