Usina de Letras
Usina de Letras
71 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62295 )

Cartas ( 21334)

Contos (13268)

Cordel (10451)

Cronicas (22540)

Discursos (3239)

Ensaios - (10391)

Erótico (13574)

Frases (50680)

Humor (20040)

Infantil (5461)

Infanto Juvenil (4782)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140824)

Redação (3310)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1961)

Textos Religiosos/Sermões (6211)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->ORIGEM DO CARNAVAL -- 06/12/2008 - 15:25 (MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
ORIGEM DO CARNAVAL

(Inspirado no conto homônimo de Pecotche).



Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas





De cerimônias antigas,

provém da imitação,

outros dizem, pode ser

caracterização,



dos atores nos teatros.

Diz a lenda, entretanto,

que famoso rei do Egito

interessado, no entanto,



quis conhecer os seus súditos,

seu pensar e seu sentir.

Decretou uma semana

pra folgar e divertir.



Impôs uma condição:

- devem se fantasiar

daquilo que mais anseiam,

realizando o seu sonhar.



Presenciaria o rei,

com sua corte o ato final,

o desfile de seu povo,

numa festa colossal.



Através das fantasias,

o rei pôde conhecer

as aspirações mais íntimas

que seu povo lhe fez ver.



E para sua surpresa

a maioria escolheu

dentre os trajes, o de diabo;

foi assim que aconteceu.



O rei vendo esses diabos

armados com seus tridentes,

os intimou a dançarem

sobre brasas muito quentes.



Tal convite produziu

uma grande debandada,

capas vermelhas sumiram,

não sobrou nada de nada.





Fatos espetaculares

exercem forte atração

e não permitem pensar

na verdadeira razão,



Pois pra cada posição

que aspire conquistar

deve existir uma razão

que é sensato aquilatar.



E essa razão é saber

ser aquilo que se quer

ser e, verdadeiramente,

consciente do querer.



Mais vale ser consciente,

deixar de ser instrumento

da própria imaginação,

que causa tanto lamento.

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui