Usina de Letras
Usina de Letras
24 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62476 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->ODE A JOÃO PESSOA -- 15/12/2008 - 20:45 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Paraíba, na capital João Pessoa

seu encanto que nos deslumbra.

Por do sol bolero de Ravel ecoa,

E a tarde nos traz bela penumbra.



O nascer do dia que no Seixas destoa,

e traz de Cabo Branco seu eflúvio.

O som da onda do mar nele ressoa;

aos seus pés faz depósito de alúvio.



O Picãozinho com seus corais vermelhos,

Com suas águas tão límpidas e azuis

nos refletem como se fossem espelhos.



Natureza de verde exuberante

Que nos deixa encantados, de joelhos.

Dela, nos resta apenas ser amante.



HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, DEZEMBRO/2008

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 808 vezesFale com o autor