Usina de Letras
Usina de Letras
39 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62134 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10329)

Erótico (13566)

Frases (50542)

Humor (20019)

Infantil (5414)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140776)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->No país do gererê -- 13/11/2000 - 14:32 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Há dois anos, o jornal Gazeta Mercantil publicou importante artigo sobre a liberação da maconha em cafés da Holanda. Com a idéia do Governo brasileiro de fornecer essa droga para viciados, de modo que não sofram os malefícios das drogas pesadas, convém recordar alguns tópicos daquele artigo.

Existem na Holanda mais de 1.500 cafés, onde é permitida a venda de pequenas quantidades de maconha para consumo in loco. Devido a essa facilidade, o consumo da maconha aumentou consideravelmente no país, além de ser um chamariz para drogados de todo o continente. Não é preciso lembrar que a reboque da maconha houve um incremento assustador de drogas pesadas. Atualmente, a Holanda produz mais de 100 toneladas da droga por ano, das quais exporta 60, disputando com o Marrocos como o maior fornecedor de maconha para a União Européia. O lucro dessas "exportações" já supera o da venda de tulipas.

Lojas especializadas holandesas vendem o que poderíamos chamar de "kit maconha", a saber: folheto de informações, sementes selecionadas, adubos, inseticidas e làmpadas de grande intensidade de luz. As sementes são geneticamente modificadas, destacando-se as do tipo k-2, b-52, viúva branca e dominadora negra. As "hortas" podem ser improvisadas em garagens ou salas de casa (40 m² de área rende até 60 mil dólares - 3 vezes ao ano). A maconha holandesa, a nederwiet, tem THC que atinge 35% e é 10 vezes mais forte que a maconha comum.

Falta apenas nosso Governo esclarecer ao distinto público quem irá fornecer a droga aos nossos viciados: será feito processo de licitação para importação da droga ou será feita uma distribuição de terras, uma reforma agrária "gererê" para sem-terras interessados no negócio? Ou, quem sabe, o Governo irá distribuir o "kit maconha" à população em geral? Talvez tenha sido feita diretamente pelo Congresso, e não pelo Deputado Fernando Gabeira, a importação daquelas famosas sementes de maconha, para serem entregues à Embrapa...


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui