Usina de Letras
Usina de Letras
57 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60367 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3194)

Ensaios - (9716)

Erótico (13520)

Frases (48255)

Humor (19555)

Infantil (4830)

Infanto Juvenil (4180)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139367)

Redação (3119)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Discursos-->LÁGRIMA DE UMA ZEBRA -- 26/12/2002 - 12:58 (Alexandre da Silva Galvão) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Ao saber do falecimento do querido professor José Benedito, eu precisava me manifestar...

LÁGRIMA DE UMA ZEBRA

“... TÁ ERRADO SUA ZEBRA!!!!” _ Dizia seo Zé diante de uma resposta errada... e nós, zebras até a raiz do cabelo, mesmo constrangidos pela recente “zebrice”, amávamos seo Zé... havia alguma coisa em nossa cabeça, ainda tão jovem e imatura, que já conseguia identificar toda a paixão que aquele senhor de voz forte revelava... havia muito carinho e paciência ali, derramado, naquela aparente rispidez e era impossível não se envolver também passionalmente com o que estava sendo exposto com tanto amor...
Eu, como os outros milhares de alunos que tiveram a mesma honra, aprendi mais do que trigonometria com esse velho mestre autodidata... Seo Zé mais do que matemática, ensinava AMOR... e esse grande mestre do AMOR nos deixou justamente após o Natal, a grande festa humana do AMOR...
Ainda que com um sorriso de orgulho por ter sido mais uma zebra do seo Zé, eu derramo aqui essa lágrima, que com certeza carrega em si a essência do que ele ensinava... a essência do AMOR...

Alexandre da Silva Galvão, Engenheiro Civil, estudante de Doutorado na PUC-Rio e ama matemática.
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui