Usina de Letras
Usina de Letras
69 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59807 )

Cartas ( 21263)

Contos (13364)

Cordel (10327)

Cronicas (22226)

Discursos (3173)

Ensaios - (9574)

Erótico (13486)

Frases (47456)

Humor (19436)

Infantil (4673)

Infanto Juvenil (4003)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138972)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5699)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->GOTAS BORBULHANTES -- 24/03/2001 - 19:34 (Nivea E Silva Benjamin) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
GOTAS BORBULHANTES



GOTAS DE UM MILAGRE, BORBULHANDO EM UMA ALMA GIGANTE

ESCRAVA DE UM SENHOR SEM FIM, APRISIONADA A CÁRCERES INVISÍVEIS

TODO O DIA, POR ALGUNS INSTANTES AINDA PODE SENTIR A LIBERDADE

UM PEQUENO MOMENTO, SÓ A CERTERZA DE QUE É IRREAL

E QUANDO A TARDE CAI, A CHUVA INUNDA OS SENTIDOS

UM METEORO COM AROMA E SABOR

UMA GOTA DE SUOR , LUTA A SE SUSTENTAR NA FACE

DIÍCIL DE GUERREAR, TRAVAR A BATALHA DA GRAVIDADE

AINDA ASSIM, CONSEGUE, DEZ SEGUNDOS TALVEZ

SE SENTE VITORIOSA

O IMPREVISTO CONTINUA IMPERANDO ( SEMPRE)

ELE E O TEMPO, AMIGOS DE BRAÇOS DADOS

A BRINCA DE PEGA-PEGA, ESCONDE-ESCONDE

E COISAS AFIM

SIGO EM FENTE, VIRO A ESQUINA, SEM OLHAR PARA TRÁS

SEI QUE ELES ESTÃO ME SEGUINDO

POR VEZES AINDA ME SINTO CRIANÇA

(É NOITE)



Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui