Usina de Letras
Usina de Letras
28 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50861)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140903)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Soneto LXV de Shakespeare -- 13/01/2010 - 10:28 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Veja mais==>>>Einstein no caminho já dissera. Ein Stein...uma pedra...

texto











Soneto LXV

Há longevos bronze, pedra, terra e mar,

porém fria matança tem mais poder;

frente a tal fúria, o que a beleza alegará,

se não supera flor em seu proceder?

O! como odor do mel de verão resistirá

à aca dos suados dias de derrubadas,

com rochas inexpugnáveis a fraquejar,

além de fortes portões de aço que o tempo corroerá?

Oh, temerosa meditação! Oh, que pena,

a arca do tempo amada juventude esconderá?

Ou, que mão forte tão ligeiro passo pode reter?

Ou, quem ao tempo pode proibir desfigurar primavera?

Oh! ninguém, a menos que este milagre tenha poder

de, na ausência de cores, meu amor inda resplandecer.



Sonet LXV

Since brass, nor stone, nor earth, nor boundless sea,

But sad mortality o`ersways their power,

How with this rage shall beauty hold a plea,

Whose action is no stronger than a flower?

O! how shall summer`s honey breath hold out,

Against the wrackful siege of battering days,

When rocks impregnable are not so stout,

Nor gates of steel so strong but Time decays?

O fearful meditation! where, alack,

Shall Time`s best jewel from Time`s chest lie hid?

Or what strong hand can hold his swift foot back?

Or who his spoil of beauty can forbid?

O! none, unless this miracle have might,

That in black ink my love may still shine bright.



























Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui