Usina de Letras
Usina de Letras
79 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59807 )

Cartas ( 21263)

Contos (13364)

Cordel (10327)

Cronicas (22226)

Discursos (3173)

Ensaios - (9574)

Erótico (13486)

Frases (47456)

Humor (19436)

Infantil (4673)

Infanto Juvenil (4003)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138973)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5699)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->VERSOS DE ADEUS -- 27/07/2010 - 15:05 (Virginia Maria Campagnac) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Cismar, contemplar

pura ficção

obra do acaso

tentação!

Ver, antever

sofrimento, solidão!

Pureza de intenção?

Fetiche, tesão!

No gesto sem malícia

no olhar infantil

posso te ver

talvez conhecer...

Mas no espelho vejo ainda

minha imagem abatida,

carente, sofrida.

Não posso mentir

nem me iludir

só me resta fugir...

De você e de mim!
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui