Usina de Letras
Usina de Letras
58 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59675 )

Cartas ( 21255)

Contos (13343)

Cordel (10321)

Crônicas (22226)

Discursos (3170)

Ensaios - (9538)

Erótico (13486)

Frases (47229)

Humor (19421)

Infantil (4629)

Infanto Juvenil (3943)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138798)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5663)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Dor de Cabeça -- 30/12/2009 - 14:42 (Anita de Souza Coutinho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Cabeça dói,

Doril rima com Brasil e palavrão

Tenho bom senso...

Sei sorrir

olhando no olho do inimigo

durante um aperto de mão.



Quem não tem pedras

no caminho

que atire seu primeiro pecado.



Faz parte da passeata:

Versos curtos

Passos largos da espera

E os gritos da platéia...

Não se iluda, é inveja

Rima pobre

E receitas de Medéia.



A cabeça dói,

E não há nada que eu possa fazer

A não ser fingir que não é

Tudo o que não tem que ser.



Percebi que tenho medo do escuro

O escuro das azeitonas

Do mate gelado,

Do beco deserto

Do moleque assustado

Do beijo roubado

Do backout e do elevador travado.



Quando eu crescer

Vou aprender a receita

Para fazer cabeça parar de doer
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui