Usina de Letras
Usina de Letras
55 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60373 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22278)

Discursos (3194)

Ensaios - (9718)

Erótico (13520)

Frases (48263)

Humor (19556)

Infantil (4831)

Infanto Juvenil (4181)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139380)

Redação (3120)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
cronicas-->Não sei -- 22/06/2006 - 10:39 (Ana Maria de Souza Mello) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos



É difícil dizer não sei. Ninguém gosta de parecer ignorante sobre qualquer assunto,
do mais simples ao mais complicado. Mas todos gostam de opinar sobre qualquer
coisa.

Outros, nos acham entendidos em algum assunto e teimam em nos consultar
a qualquer hora. Aconteceu comigo - no ónibus. Estava lendo Quintana e aquele
sujeito nada simpático sentou ao meu lado e já foi puxando assunto.
- Trabalhas em que área?
- Química.
- É bom poder explicar esses assuntos polêmicos, dos adoçantes causarem càncer,
dos agrotóxicos, da camada de ozónio, sabes?
- Não, não sei.
E já fui enfiando a cara no meu livro.
- Mario Quintana?
- Sim.
- Não gosto das poesias dele.
- Cada um tem seu gosto, mas deves ler mais um pouco. Quando leio um poema
qualquer e não gosto, procuro ler outros poemas do mesmo autor, em outras
oportunidades.
- Ele está sendo homenageado?
- Está. Em 2006 ele faria 100 anos, se estivesse vivo. Nasceu em 30 de julho de 1906.
- Mas ele nasceu em Porto Alegre?
- Não, foi em Alegrete.
- Tu gostas de poesia, estou vendo. Mas tu sabes tudo sobre ele?
- Não, não sei.
- Hã, está certo.
Disse ele, decepcionado.
- A Feira do Livro aqui em Porto Alegre é bem legal, não é?
- É sim, muito boa.
- Está em qual edição?
- Este ano será a de número cinquenta e dois.
- Então é quin..
- Quinquagésima segunda.
- Nossa, que difícil, tu deves estudar bastante português!
- Sim, estudo.
- Então sabes tudo?
- Não considero o bastante.
- Não ficas com vergonha de dizer não sei?
- Eu nada sei.
- Ahã! É Sócrates? Coisa de intelectual.
- Não, é Kid abelha. Uma composição da Paula Toller e do George Israel.

... Nada sei dessa vida
Vivo sem saber
Nunca soube, nada saberei
Sigo sem saber
... Sou errada, sou errante
Sempre na estrada
Sempre distante
Vou errando enquanto o tempo me deixar passar
Vou errando enquanto o tempo me deixar.

A música e a minha parada encerram o assunto.




Visite:

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui