Usina de Letras
Usina de Letras
13 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62476 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->SAUDADES AO PARTIR -- 21/09/2011 - 17:08 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Por ventura, saudades, ao partir,

Eu levarei pra último dos abrigos?

Ou somente aqui ficam contigo?

Sempre dúvida existe no porvir.



Ninguém não deixará jamais de ir.

Para mim, verdadeiro e vil castigo

Haverá para todos um dia vir.

Ficarão a tristeza e os bons amigos.



Que fazer?! Não há quem escape dele.

Amanhã que importância tem? Viva!

Medo? Em mim não há! E nem mesmo Dele.



Entretanto, se Ele mesmo existir,

Mas com tanta maldade neste mundo,

Para que mesmo Ele há se servir?





HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO

FORTALEZA, JUNHO/2011

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 554 vezesFale com o autor