Usina de Letras
Usina de Letras
26 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62472 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10469)
Erótico (13578)
Frases (50857)
Humor (20082)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140901)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6247)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Fim do mundo (II) -- 12/03/2012 - 00:24 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Veja mais>>>Fáb. selecionadas de Esopo (LXXII)- Zeus e o camelo



texto



Para melhor assimilar a palestra

em vídeo de Eckhart Tolle,

que me chegou por mão destra,

deixo-a em versos, mas não é mole.



A mente é o mundo. Você nem sabe, de fato, se lá fora ele existe,

porque você só pode experimentá-lo em sua mente. A mente o mundo faz.

Ligação com o mundo é realmente ligação com sua mente, você a consiste

com seus pensares. Mas estes não são o trampolim que lhe torna mais capaz.



O fim do mundo é a transição de um estado de consciência

para outro, mais elevado; é deixar a ligação com qualquer pensamento

que surja, abandoná-la. Há um mundo lá fora? Ou é pura conveniência

somente em nossa mente? Pode ser que sejam do mesmo movimento.



"Despertar" é o afastar-nos da identificação com nossos pensamentos,

e isso é morte terna. Se você mais crédito aos pensamentos não dá,

bom súbito, espacialidade e atenção afloram, indicam fundamentos

que, pro pensador, são a morte que no momento presente reinará.



O pensar causa sua própria morte. Incrível! Tudo isso podemos chamar

de a boa notícia, como dizem os velhos evangelhos no Novo Testamento:

A Boa Nova! É sem dúvida o que isso é. A Nova básica já devia lá estar,

e se tornou distorcida, obnubilada e mal interpretada como fundamento.



Mas já estava lá. Para isso todos os ensinamentos antigos apontam.

E agora eles vêm sob nova forma, porque se exprimem pela forma,

mas o que eles indicam é sem forma, e a expressão deles, o que contam,

é também sem forma. Então, o que acontece aqui é do Universo norma.



O que está acontecendo aqui é porque o Universo quer que aconteça.

A Vida quer que isso aconteça, esse despertar. Em última instância

é o despertar para fora do sonho da forma, sem que esta se desmereça.

A Consciência está despertando. É vasta e gigantesca tal circunstância.



Eu não a entendo completamente, ninguém pode. Mas você pode ser

expressão consciente desse movimento. E isso libera sua vida dos problemas,

o que já é pequeno bônus. E paz interior com isso é o que você mais vai ter,

eis aí outro bônus. E isso te faz um ser mais amoroso, sem mais estratagemas.



Você não mais fomenta infelicidades, oh, isso é bom. E, verdadeiramente,

você muda o mundo, sendo um elo, em si, dessa mudança de consciência.

Permitindo que isso aconteça através de você, a mudança do consciente,

você muda o mundo, porque você é tudo isso, a fundamental previdência.



E se muitos mais realizam isso, então, o mundo se transforma. Enquanto isso,

o mundo como o conhecemos tem que antes colapsar-se, substancialmente,

antes que a nova mudança se manifeste e expresse um mundo noviço,

através de novas formas. Está para ser visto e depende de quão rapidamente



a Nova Consciência emerja na humanidade. As formas que foram criadas

pela velha consciência precisam colapsar, do comunismo ao capitalismo,

tão somente para ilustrarmos duas formas, igualmente organizadas,

os sistemas políticos, econômicos e sociais, as instituições, o socialismo.



Será que tudo isso sobrevive? Algumas sim, outras provavelmente não.

E isso é algo para se temer? Não! É uma enorme mudança que está chegando,

interna e externamente. Uma em conformidade com a outra, sem colisão.

Bem, então, vamos morrer agora. Já morremos, com pensamentos afastando.



Uma pequena expansão de pura atenção que o pensamento afasta, chchhhh...

pouco mais... e então nós temos espaço aqui... ah... nenhum pensamento...

e, depois disso, você pode trazer isso para a vida diária, sem guardar na pasta.

Estar lá como Espaço, não como simples forma, com todo comedimento.



Ao olhar para uma árvore, para um ser amado, ao ouvir outro ser humano,

esteja lá como atenção, não como pessoa. Diante de um sinal vermelho,

esteja lá como seidade-espaço, Alerta, presente. Nenhum passado, insano,

sem futuro. Somente vitalidade, poder. Bom súbito, ser seu próprio espelho.



De repente surge uma ideia criativa, um encontro afetuoso, por um instante,

e tudo provém desse Espaço. Faz um espaço interno, até que se torne rotina,

seu modo natural de viver. Espaço... você pode fazê-lo em sua própria casa.

Não faça isso em público... Agarre o espaço desse modo...



Cesse pensamentos sobre passado e futuro. Nenhum passado, nenhum futuro.

Simplesmente isso, uma gesticulação simbólica, até não precisar mais dela.

E você ficará maravilhado sobre quantas vezes poderá ficar neste estado puro,

antes de pensar, de definir, julgar, interpretar, qualquer questão que amarela.



Você simplesmente observa, há mais inteligência nisso do que em qualquer

pensar. E se algum trapaceiro quer te enganar, você simplesmente não fecha

com ele, sem perder amor por ele. Se ele diz: "Pode investir nisso, se quiser,

a curto prazo, qualquer derivativo..." Você agradece e não entra nessa pecha.



E tudo bem. E você ainda o ama, porque você percebe

que, adjacente a todo aquele entulho mental,

atrás daquela personalidade problemática que você recebe,

há um Ser lá, um belo Ser, enquanto Consciência, nada de mal.











































Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui