Usina de Letras
Usina de Letras
72 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60342 )

Cartas ( 21288)

Contos (13385)

Cordel (10358)

Cronicas (22275)

Discursos (3191)

Ensaios - (9711)

Erótico (13520)

Frases (48222)

Humor (19544)

Infantil (4823)

Infanto Juvenil (4171)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139323)

Redação (3114)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5804)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->O Louco -- 01/06/2012 - 15:07 (Amy Higgins) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
“O Louco”

Amy Higgins (30/05/2012)



Explicitamente contagiado a dançar

Volúpias desvairado

À beira do abismo exacerbado.



Loucamente salta o salto quântico da vida,

A imitar criança descomprometida

Sem preconceito, esperta e atrevida.



Importando-se com nada, assim

Como o rio que invade a praça,

O “Louco” é a inocência que hoje é perdoada,

Mas, que um dia há de ser cobrada.



Feliz és “Louco”, pois, tudo é tua Lei.

Preocupo-me contigo porque ainda

Não és capaz de entender que:

De tudo o que plantares,

O mesmo colherás.



És belo e altivo e sonoro.

Tua voz ecoa no abismo dizendo:

“Joga-te! Vamos! Tuas asas baterão!”

As asas baterão suavemente por

Momentos fugidios que logo

Desvelarão ampulhetas de ilusão.



Invejo-te “Louco”. Mas, também gostaria

De te guiar, quem sabe até a entrada

Do Templo em que me sento à porta?

Tentaria te ajudar a encontrar o caminho do meio,

Sem os extremos da loucura

Cuja saciedade não perdura.



Careces de acreditar no porvir

Para teres a esperança de se redimir agora.

Para isso não estás preparado,

Não neste momento...



Admiro tua coragem, “Louco”.

Tens dentro de ti de tudo um pouco.

Se estivesses equilibrado contigo mesmo,

Se tivesses um pouco de temperança,

Serias quase perfeito,

Um exemplo a espalhar sementes

De renovada esperança.



Assim és hoje: um “Louco” ainda na adolescência.

Se desses um salto quântico de amor aos seres,

A ti mesmo, a tua oculta sapiência,

Serias um “Louco” transformado

Em herói, depurado em sua quintessência.

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 0Exibido 322 vezesFale com o autor