Usina de Letras
Usina de Letras
51 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59366 )

Cartas ( 21241)

Contos (13198)

Cordel (10310)

Crônicas (22227)

Discursos (3164)

Ensaios - (9482)

Erótico (13492)

Frases (46832)

Humor (19335)

Infantil (4506)

Infanto Juvenil (3803)

Letras de Música (5490)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138484)

Redação (3063)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2428)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5579)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A moça sem banlon verde -- 10/10/2013 - 11:42 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


Saí pela cidade a procurar

alguma peça de fetiche

será que vou encontrar

alguma coisa que o enfeitice



Me passou pela cabeça

uma idéia indecente

talvez seja bom que eu pareça

uma linda adolescente



O que poderia ser

tento achar os meios

alguma maneira deve ter

de fazê-lo olhar pros meus seios



Me lembrei de uma história

que muito o motivou

e que ele sem demora

pra sua amiga contou



Um dia ainda moço

pelo basculante olhou

e quase teve um troço

com a cena que presenciou



A varanda estava escura

a luz parecia neon

o moço esta à procura

dos seios da moça de banlon



Se a luz se acendia

o moço logo tirava a mão

era muita ousadia

e isso não podia não



E ele ali parado, inerte,

nada podia fazer

a moça do banlon verde

o fazia enlouquecer



Oh, meu Deus como eu queria

fazê-lo sentir-se assim

será que eu conseguia

fazê-lo olhar pra mim?



apud Mme Gassani
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 24Exibido 175 vezesFale com o autor