Usina de Letras
Usina de Letras
44 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62134 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10329)

Erótico (13566)

Frases (50541)

Humor (20019)

Infantil (5414)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140776)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->CPI das ONGs já! -- 14/11/2006 - 10:11 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Auditoria sobre ONGs deve ampliar a pressão por CPI

Folha de S. Paulo

A auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) apontando que 54,5% das verbas federais repassadas a organizações não-governamentais atendem a entidades sem capacidade para executar as atividades deverá ampliar a pressão da oposição no Senado para criar a CPI das ONGs.

"[O relatório] reforça a urgência de fazer a CPI e mostra que eu tinha razão", afirmou o senador Heráclito Fortes (PFL-PI), que recolhe assinaturas para apresentar o requerimento de abertura da comissão desde o mês passado.

Heráclito chegou a conseguir as 27 assinaturas necessárias (um terço da Casa) para criar a CPI, mas o pedido não tinha fato determinado. Ele disse que até amanhã, quando a maioria dos parlamentares chega a Brasília, terá todas as assinaturas de novo. "Será uma CPI rápida, de 60 dias, e o próximo ano já vai abrir com esse assunto", afirmou Heráclito.

Parte da oposição defende que a abertura da CPI seria o primeiro desgaste do novo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e funcionaria como um contraponto à perda de força da oposição no Congresso -especialmente na Càmara- na futura legislatura.

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), disse que não haverá mobilização para barrar a CPI, mas argumenta que o caso deveria ser analisado na comissão de Fiscalização e Controle da Casa. "A Casa tem outros instrumentos, a CPI esquenta a temperatura e o momento que vivemos no país é outro, é de discutir reformas, crescimento", disse.

A proposta de criar a CPI surgiu durante o período eleitoral, quando emissários do PT foram presos com R$ 1,7 milhão que seria usado para comprar um dossiê contra tucanos. O elo, no caso, seria o fato de Jorge Lorenzetti ser colaborador da rede Unitrabalho. Lorenzetti é apontado pela Polícia Federal como o articulador da compra do dossiê.


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui