Usina de Letras
Usina de Letras
74 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60367 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3194)

Ensaios - (9716)

Erótico (13520)

Frases (48255)

Humor (19555)

Infantil (4830)

Infanto Juvenil (4180)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139367)

Redação (3119)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Contos-->A cabulosa fábula petralha -- 09/01/2012 - 17:23 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Sem muito esforço você consegue identificar  os animais dessa fábula.

Fraterno abraço

Malta

 

 A CABULOSA FÁBULA PETRALHA

( Huytamar Freitas)

 

- “Vamo” botar “orde” na casa! Bradou alto o jumento.

- “Tem todo meu apoio e concordância”, emendou a anta.

- “A “primera” coisa a fazer, anta, é seguir meus conselhos”, reafirmou o jumento.

- “Mas meus problemas ainda são restos dos seus”, desculpou-se o tapir.

- “Tudo bem, mas temos que “pristigiar” os outros bichos, afinal a floresta é para todos”, continuou o jeguinho em sua cantilena.

- “O problema agora é com os coelhos, eles são muito ativos”, lamentou-se a anta.

- “Peraí anta, eu não saio do meu quadrado”, retrucou o coelhinho.  “Pode perguntar ao meu padrinho”!

- “Anta, ele tem razão e o padrinho dele tem cara de gato angorá capado, mas  é valente.  Num mexa com ele não”, asseverou o jumento.

- “Mas a bezerra dele é insaciável, não tá deixando um leitinho pra ninguém mais”, fez um beicinho a tímida anta. “O restante da rataiada tá reclamando”, completou.

- “Tem pra todos, tem pra todos. Deixa que eu vou acalmar a bicharada”, prometeu o confiante asno.

- “Tá certo então, mas enquanto isso o que falo para as ovelhas?” Lamentou cabisbaixa a tapirus terrestre.

- “Num precisa falar nada, esse bicho é surdo, mudo e cego. Além do mais adora ser enrabado. E “vamo” embora logo que tá na hora do meu veterinário”!

http://www.luizberto.com/

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 490Exibido 967 vezesFale com o autor