Usina de Letras
Usina de Letras
10 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62153 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5420)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140789)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->O Almirante disse... -- 10/01/2007 - 11:19 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
O Almirante disse:

(O autor é o Almirante de Esquadra Lourenço, Ministro do Superior Tribunal Militar - STM)

Caros amigos,

Permitam um comentário sério nesta web que nós tanto nos divertimos.

Estou, realmente, cansado de tanto ouvir besteiras acerca do emprego das Forças Armadas em Segurança.

Nesta campanha o tema é recorrente. O pior é que alguns militares alimentam esses pressupostos, ou porque não sabem qual é a sua destinação, ou por " oportunismo " político, ou por incompetência mesmo.

Estou anexando uma página de um artigo, publicado em 1999,da revista "Strategy & Tatics", cujo título é "War and the military Revolution in the 21st Century". Marquei a página naquilo que mais interessa!

Vejam que para patrulhar a fronteira americana das drogas (México) são necessários 96 batalhões de infantaria, 53 companhias de helicópteros (mais ou menos 150 aeronaves) 210 navios de patrulha e 110 aviões de busca!

A pergunta é: vocês acham que os políticos que falam em colocar as FA nas fronteiras sabem do que estão falando? É somente demagogia?

E o que dizer dos militares que apóiam a idéia? São estes oportunistas ou incompetentes?

Os Governadores adoram a idéia, porque tira das costas deles a responsabilidade pelo que acontece em seus Estados e esconde, com muito
oportunismo, o fato de não terem liderança sobre as suas polícias.

Enfim, o assunto é extenso e não vou me alongar, mas sempre que disserem a vocês que as FA devem vigiar o crime nas fronteiras (terrestres, marítimas e aéreas) perguntem ao fulano se ele tem idéia do que é necessário.

A resposta mostrará se ele é um demagogo, um oportunista, ou somente um idiota.

Quando eu era Chefe do EM de Defesa estive com o Ministro da Defesa em Mato Grosso e o Governador reclamava da vigilància nas fronteiras e
argumentava "só em Cáceres já existem mais de 400 pontos de venda de drogas". E falava como que indignado! Mas era incapaz de mandar a polícia dele fechar, pelo menos, uns 200 pontos! Já melhorava, não é ?

Ah, mas dessa decisão ocorreriam mortes, tiroteios, prisões, ações na Justiça, inquéritos, direitos humanos, enfim, dor de cabeça desnecessária.

É melhor que a culpa seja da fronteira!

Caso queiram, enviem esse e-mail para os seus amigos, em especial para os que estão nas FA.

Vamos deixar de ser bucha de canhão (se algo der errado a culpa será nossa!).

O que devemos declarar a todos é: As Forças Armadas estão cansadas de cobrir incompetências Municipais, Estaduais e Federais.



Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui