Usina de Letras
Usina de Letras
64 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59666 )

Cartas ( 21255)

Contos (13325)

Cordel (10320)

Crônicas (22226)

Discursos (3169)

Ensaios - (9537)

Erótico (13486)

Frases (47215)

Humor (19420)

Infantil (4627)

Infanto Juvenil (3940)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138779)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5659)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Luzes da cidade -- 25/01/2016 - 12:21 (Alexandre Oliveira Marques) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Luzes da cidade, noite de negócios, conduzem um pequeno grupo de gente refinada; Luzes da cidade, miséria e ociosidade, manifestam-se as mentes conturbadas; Luzes da cidade, recessão e trabalho árduo de pouca remuneração, retornam aquelas pessoas cansadas; Luzes da cidade, cenário preto e branco cercados pela solidão, acolhem as amantes decepcionadas; Luzes da cidade, expectativas num movimentado ponto de encontro, aguardam ansiosamente pessoas apaixonadas; Luzes da cidade, trânsito e frio cortante, arranca um sorriso tímido da pequenina vendedora de balas no cruzamento da estrada; Luzes da cidade, bares e descontração, despertam a beleza e a juventude daquelas moças agitadas; Luzes da cidade, ruas sujas, desertas e garoa, lugar onde rapazes e mulheres são comercializados; Luzes da cidade, moradias improvisadas e desamparo, perecem os idosos espalhados pelas calçadas; Luzes da cidade, um ato solidário à pessoas debilitadas, que aguardam a chegada da kombi do centro espírita para serem alimentadas; Ah, luzes da cidade..., seriam apenas luzes da cidade, se não houvessem tantas ocasiões nestas ruas por ti iluminadas.


Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui