Usina de Letras
Usina de Letras
47 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62137 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10331)

Erótico (13566)

Frases (50547)

Humor (20019)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Tróica de espiões na Polícia Federal -- 23/04/2007 - 10:22 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Um trio de espiões na PF

http://jbonline.terra.com.br/editorias/pais/papel/2007/04/19/pais20070419007.html

Os delegados da Polícia Federal Carlos Pereira da Silva e Susie Dias de Mattos, mais o marido dela, o delegado aposentado Luiz Paulo Mattos, aparecem no inquérito da Operação Furacão como integrantes de uma rede de informações destinada a antecipar a membros da organização criminosa as ações planejadas pela Polícia Federal. Diversos trechos do inquérito relacionam operações prejudicadas por informações de domínio dos três policiais como indícios de sua participação no esquema desbaratado na última sexta-feira durante a Operação Furacão.

"Provou-se que há oferecimento de vantagens ao policial e provável recebimento habitual de pagamentos indevidos pelo delegado Carlos Pereira intermediado por Luiz Paulo", afirma a Polícia Federal. E continua: "Apurou-se ainda que o policial aposentado (Luiz Paulo) é a pessoa responsável por obter dados de operações da Policia Federal - especialmente através dos contatos que sua esposa, a delegada Susie, mantém na Policia Federal", diz ainda o relatório.

Em um dos exemplos citados nos autos em poder do Supremo Tribunal Federal, o delegado Carlos Pereira da Silva teria repassado informações relativas à operação Vegas 3, em 05 de julho do ano passado.

Em conversa telefónica gravada pela PF, Carlos dá detalhes da operação, que se realizaria no dia seguinte, a Luiz Paulo, que comunica o agente Marcos Antonio dos Santos Bretas, o Marcão, apontado como um dos principais contatos da quadrilha na Polícia Federal.

Outro agente da Polícia Federal, Francisco Martins da Silva, é suspeito de ter transmitido para o advogado Sérgio Luzio Marques de Araújo informações sobre operação contra bingos na região dos Lagos, no Rio de Janeiro.

Os empresários de bingo Marcelo Calil e José Renato Granado também foram informados da operação. (K.C.)









Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui