Usina de Letras
Usina de Letras
60 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60287 )

Cartas ( 21286)

Contos (13379)

Cordel (10352)

Cronicas (22252)

Discursos (3187)

Ensaios - (9688)

Erótico (13520)

Frases (48086)

Humor (19493)

Infantil (4789)

Infanto Juvenil (4142)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139190)

Redação (3100)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5775)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Carta devolvida -- 24/06/2019 - 19:55 (Adalberto Antonio de Lima) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
  

Hoje devolvi tua carta sem abrir
E sem saber o que dizias
Se estavas feliz ou se sofrias
Com nossa separação.

Pelo sim, pelo não, enfim
Eu não quis saber teu sentimento
Se te alegravas ou em tormento
Sentias falta de mim.

Será que tu dizias que ainda me amavas
E ao pôr do sol, minha volta esperava?
Que à noite ao deitar em mim pensavas
Ouvir de manhã cedo: “bom-dia”

Ou será que em sorriso aliviada
Da cruz por tanto tempo arrastada
Teu canto de ave despertada
Voa da prisão ao paraíso?

Não sei se tu dizias a razão
E o porquê da separação
Mas o amor acabou.
Acabou não sei por quê.
Adalberto Lima
Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 1Exibido 211 vezesFale com o autor