Usina de Letras
Usina de Letras
69 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60342 )

Cartas ( 21288)

Contos (13385)

Cordel (10358)

Cronicas (22275)

Discursos (3191)

Ensaios - (9711)

Erótico (13520)

Frases (48222)

Humor (19544)

Infantil (4823)

Infanto Juvenil (4171)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139323)

Redação (3114)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5804)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Doença & Dor -- 21/09/2020 - 15:04 (Anelê Volpe) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Doença & Dor

 

A doença é uma companheira solitária

Não é convidada, não tem cerimônia

Vem, instala-se confortavelmente e logo nos aconchega

Ali ficamos, inertes, indefesos, introspectivos, carentes

Ela própria consola com gemidos e lágrimas

Fiel companheira no isolamento, faz repensar valores

Queremos ser fortes, parecendo tão frágeis

Se vem acompanhada com a dor, o encontro é brusco

A dor denuncia, escancara, combate

Se vem sem alarde, o encontro é delicado e duradouro

 

O tempo da doença é necessário

Faz lembrar o que somos, do que somos feitos

Faz imaginar o que seria o mundo sem nós

O que seriam os outros sem nós

O que seríamos nós sem os outros e fora desse mundo

A doença é poderosa, faz o tempo parar

Aconselha, defende, combate, transforma e recua

A dor é coadjuvante

A doença é companheira feminina

A dor é feminina singular

 

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 0Exibido 159 vezesFale com o autor