Usina de Letras
Usina de Letras
238 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62152 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->A fuga do paraíso -- 09/08/2007 - 09:29 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Blog do Diego Casagrande - 08/08/2007 | 18:12

FUGINDO DO SOCIALISMO

Dois cubanos que participaram dos Jogos Pan-Americanos, no Rio de Janeiro, pediram asilo político no Brasil. O jogador de handebol Rafael Capote e o treinador de ginástica Lázaro Lamelas Ramírez desertaram da delegação no início das competições. Capote, de 19 anos, disse em entrevista a uma rádio paulista que quer ficar no Brasil "por ter melhores condições de vida do que em Cuba". O atleta afirmou que seria perseguido se voltasse ao seu país. "Perguntaram o que aconteceria se eu voltasse para Cuba. Expliquei que sofreríamos pressão, eu e minha família, além de perdermos todos os privilégios", disse.

Nesta quarta, o ditador cubano, Fidel Castro, afirmou que os boxeadores Guillermo Rigondeaux e Erislandy Lara - que também desertaram, mas foram presos pela Polícia Federal e deportados de volta para Cuba - nunca mais representarão o país em competições internacionais.


Obs.: Lula é o único culpado pela atual prisão dos atletas cubanos Guillermo Rigondeaux e Erislandy Lara, eufemisticamente chamada de "casa de descanso" pelo regime feroz de Fidel Castro. Nunca mais eles poderão sair de Cuba para competir em outros países. Serão tratados como párias em seu país pelo Abutre do Caribe, assim como suas famílias. Triste Brasil! Triste América Latrina! (F. Maier)



Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui