Usina de Letras
Usina de Letras
76 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60277 )

Cartas ( 21285)

Contos (13379)

Cordel (10353)

Cronicas (22252)

Discursos (3187)

Ensaios - (9686)

Erótico (13520)

Frases (48075)

Humor (19491)

Infantil (4785)

Infanto Juvenil (4140)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139175)

Redação (3099)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5772)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Meu amigo cronista -- 18/07/2021 - 22:12 (AROLDO A MEDEIROS) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Meu amigo cronista

 

Paulo de Sá Brito

 

     Fazendo sessenta e nove
     o meu amigo cronista.
     E antes que ele desove
     mais um livro para a lista,
     eu vou aqui relatar
     as obras desse artista
     cujo prazer é narrar
     feito velho e bom contista.


     Esse homem cuja fortuna
     são os livros que escreveu
     com relatos de Laguna,
     o lugar onde nasceu.


     “Deitado sem fazer nada”
     e ainda “Panela de crônicas”
     com histórias engraçadas
     cujo riso é a tônica.


     “Viajando com as palavras”,
     livro que às vezes folheio,
     trabalho de sua lavra
     onde narra alguns passeios.


     Ele que não teve filha
     - é tudo filho varão -
     “Retrato de uma família”
     também é livro do Arão.


     E para encerrar meu verso
     que não vale dez vinténs
     por aqui me disperso
     dando a ele parabéns
.

 

     Poesia feita pelo amigo Paulo Sá Brito em homenagem ao meu aniversário (69 anos).

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 13Exibido 190 vezesFale com o autor