Usina de Letras
Usina de Letras
75 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59519 )

Cartas ( 21247)

Contos (13250)

Cordel (10311)

Crônicas (22246)

Discursos (3167)

Ensaios - (9502)

Erótico (13497)

Frases (46991)

Humor (19364)

Infantil (4542)

Infanto Juvenil (3850)

Letras de Música (5495)

Peça de Teatro (1339)

Poesias (138581)

Redação (3072)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2430)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5612)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Amada* -- 11/09/2021 - 19:38 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Amada*

"Céleres, as estrelas caem do céu.

Tu as recolhes, uma a uma,

-- ó segadora de luzes!

 

Ilumina com elas a noite

de cabelereira longa.

E fica assim, imóvel, risonha,

dinte de mim deslumbrado

-- mito cintilante do amor." 

*Mário da Silva Brito, "Jogral do Frágil e do Efêmero" (citada por Domingos Paschoal Cegalla, in "Novíssima Gramática da Língua Portuguesa", 35ª edição, São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1992, p. 552). 

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 24Exibido 18 vezesFale com o autor