Usina de Letras
Usina de Letras
46 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62137 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10331)

Erótico (13566)

Frases (50547)

Humor (20019)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->A Sibéria agradec o cigarro que você fuma... -- 20/08/2007 - 09:36 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
A Sibéria agradece o cigarro que você fuma...

Félix Maier

Eu, como esse tal de mister Paul R. Ehrlich, também tenho uma profecia a fazer. No meu caso, é sobre o aquecimento global:

"As tundras vão virar taigas. E as taigas, infinitas plantações de trigo. A Sibéria, que no futuro alimentará o mundo, agradece o cigarro que hoje você fuma".

Ou seja, cerveja: como afirmou Lula depois daquele acidente em que morreram mais de 20 cientistas na Base de Lançamentos de Foguetes de Alcàntara, "há males que vem para o bem"... Ele tem razão: o Canadá, a Rússia e o norte dos EUA vão se tornar os maiores fabricantes de vinho do mundo, com o aumento de sua gélida temperatura média anual. A França e a Itália vão plantar soja, em vez de uva. A Inglaterra poderia também ser um grande produtor de vinho, mas será engolida pelo mar, como profetizou mister Ehrlich...

Tim-tim! Salute!


O texto acima foi inspirado nas profecias do Sr. Paul R. Ehrlich, citadas no artigo "Ciência versus Ecologismo", de Carlos Wotzkow (http://www.midiasemmascara.com.br/artigo.php?sid=5988&language=pt):

"Em 1970, milhares de milhões de seres humanos (inclusive norte-americanos) morrerão de fome".

"Em 1973 (devido à contaminação do ar) umas 200.000 pessoas em Nova York e Los Angeles morrerão".

"Em 1980, os Estados Unidos verão reduzida a expectativa de vida (de sua população) para 42 anos por culpa dos pesticidas e em 1999, ficarão vivos apenas uns 22,6 milhões de norte-americanos".

"Para o ano de 1985, suficientes milhões de pessoas terão morrido, reduzindo a população do planeta a um nível aceitável de 1,5 bilhões".

"Aposto que a Inglaterra não existirá no ano de 2000".

Com certeza, sou muito melhor profeta do que esse senhor Ehrlich, que não acertou uma dentro. O futuro me dará razão, a respeito da Sibéria, mesmo que o Mar do Norte tenha invadido a Inglaterra, com o aumento da altura dos oceanos, como previa mister Ehrlich (nessa altura, bye bye também para Nova York e Rio de Janeiro). Quem viver até lá, verá!

E o Brasil? Ora, o Brasil! Em 2500, o Brasil continuará a ser o país do futuro... Brasilistão: os bantustões (guetos) de quilombolas, de índios e MST.



Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui