Usina de Letras
Usina de Letras
40 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62134 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10329)

Erótico (13566)

Frases (50542)

Humor (20019)

Infantil (5414)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140776)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Anistia milionária: continua a farra com dinheiro público -- 27/09/2007 - 11:31 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Anistia milionária‏

De: ojbr
Enviada: quinta-feira, 27 de setembro de 2007 4:58:49
Para:

Mais um "herói" que recebe gorda pensão. E ainda faltam mais de 40 mil processos. Preparemo-nos para continuar pagando essa imoralidade vergonhosa e iliitada. Afinal, a CPMF também serve para quebrar esse galho.

Anistia milionária

A Comissão de Anistia do Ministério da Justiça acaba de aprovar processo do ex-militante de esquerda e sindicalista Carlos Marighella Filho: ele passará a ganhar uma pensão de R$ 9 mil da União. Ele é filho do ex-chefe da Ação Libertadora Nacional (ALM), Carlos Marighella, que se denominava "guerrilheiro e terrorista" e que foi assassinado pela ditadura em 1969. As indenizações já passaram de R$ 1,5 bilhão por conta de menos de 20 mil processos julgados. Ainda faltam mais de 40 mil processos. Todos os meses, a União desembolsa R$ 28 milhões por conta desses processos, incluindo os R$ 8 mil depositados pontualmente na conta do presidente Lula.

http://www.gibaum.com.br/


Obs.: A República Socialista dos Bandidos continua a fazer farra com dinheiro público. Até quando? (F.M.)


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui