Usina de Letras
Usina de Letras
61 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60373 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22278)

Discursos (3194)

Ensaios - (9718)

Erótico (13520)

Frases (48265)

Humor (19557)

Infantil (4831)

Infanto Juvenil (4183)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139381)

Redação (3120)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5813)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
cronicas-->Viver é crescer! -- 18/01/2001 - 00:28 (Arnaldo Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Ah, o amor....


Ela o deixou de uma maneira inexplicável, e depois de muito refletir e sofrer sobre o súbito rompimento com o único amor que tivera até o presente momento, sua conclusão é a de apenas não se arrepender de nada que possa ter feito.


Durante a vida, realmente, só se vive apenas um amor que todos dizem ser "verdadeiro". Após esse acabar, é findada também a enorme ingenuidade que se tem ao se apaixonar pela primeira vez.


É nesse primeiro relacionamento que todos se entregam com total intensidade e força, e assim nasce o sentimento tão ardoroso pregado por Camões e tantos outros escritores que tão bem exemplificaram esse platonismo exacerbado pela pureza inicial do ser humano.


Porém, depois dessa entrega exagerada, quase todos percebem que os outros jamais retribuirão um amor com tal força, e para os próximos amores a preservação pessoal será primordial e intrínseca a maioria das as pessoas, e isso ocorrera acima de qualquer sentimento.


"Amai o próximo como a ti mesmo."


E não mais do que a você mesmo!
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui