Usina de Letras
Usina de Letras
29 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62126 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22528)

Discursos (3238)

Ensaios - (10326)

Erótico (13566)

Frases (50535)

Humor (20019)

Infantil (5413)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140775)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->O HOMEM DE CERA -- 14/03/2024 - 09:31 (Roosevelt Vieira Leite) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

UM HOMEM DE CERA

Por mais que eu tente;

Por mais que eu invente;

Por mais que eu queira;

Serei sempre eu mesmo;

Um homem de cera.

 

Um ser movido pelas paixões;

Um viajante no tempo que desgasta suas tripas.

Um mero capítulo de uma história humana.

Um mar de brigas e intrigas;

Um homem cheio de ilusões;

Um cara legal, por vezes sacana, e até bacana.

 

O homem de cera encara o sol;

Desperta de manhã e sai na luta pelo ter.

Não se importa em sofrer;

Não se aquieta ao anoitecer;

Ele é uma substância, cheia de ânsia, no crisol.

 

Eu não me fadigo, agora que eu digo.

Pois o meu dizer é o meu amigo.

Uma palavra que soa ao vento que enche o ventre da razão.

O homem de cera sem eira e nem beira vive seu tormento.

Assim eu lamento e me regozijo em derreter no calor das horas...

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 5Exibido 205 vezesFale com o autor