Usina de Letras
Usina de Letras
42 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62422 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22547)

Discursos (3240)

Ensaios - (10460)

Erótico (13578)

Frases (50822)

Humor (20078)

Infantil (5492)

Infanto Juvenil (4817)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1377)

Poesias (140877)

Redação (3322)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6241)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Cavalo Caramelo -- 14/05/2024 - 10:07 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

 

Cavalo Caramelo, em Canoas, RS, ilhado no telhado
por 4 dias e resgatado por bombeiros.

 

Cavalo Caramelo

Félix Maier

No telhado do galpão, altivo e forte,
O Cavalo Caramelo enfrenta a morte,
Silente e imóvel, sem um relincho,
Demonstra sua força, seu instinto.

Símbolo de uma terra, de um povo valente,
Gaúcho em sua alma, coragem presente,
Caramelo, no alto, firme e altaneiro,
Peleia o dilúvio como falso ronceiro.

Dias se passam, e por mais que chova,
O Cavalo Caramelo sua bravura prova,
Sem se mover, sem provar alimento,
Mostra ao mundo seu resoluto intento.

Até que bombeiros, num gesto nobre,
Resgataram-no do telhado, sobre
Asas de solidariedade e empatia,
Caramelo desce, em sua augusta valia.

Assim como o cavalo, o gaúcho irmano,
Na tempestade, no afiado minuano,
Na coxilha demonstra resiliência, força, fé.
Levará gerações para recolocar a querência de pé.

Que essa história de Caramelo, de terror,
Inspire os corações e traga muito vigor.
Pois como o cavalo no alto do telhado,
O gaúcho vencerá o aguaceiro, pilchado.

 

 

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui