Usina de Letras
Usina de Letras
46 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62137 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10331)

Erótico (13566)

Frases (50547)

Humor (20019)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Fidel: Vade retro, Satanás II! -- 28/02/2008 - 14:54 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
COLUNA ISTO POSTO - PAULO MARTINS - GAZETA DO PARANÁ

VADE RETRO SATANÁS

Assisti até agora a falta de escrúpulos às matérias jornalísticas nas televisões brasileiras em torno da figura que deveria ser execrada e, quando de sua morte, que não deve tardar, festejada por sabermo-nos livres de um celerado que estará em seu verdadeiro lugar ao juntar-se no inferno aos mais cruéis e brutais monstros que a humanidade conheceu, falo de Fidel Castro. Quase todas as reportagens colocaram em seus offs a expressão "mito".

Certamente foram ao Google, de forma desordenada, em busca de algo que satisfizesse a intenção de trair a objetividade da notícia e subjetivá-la. Ou louvaram-se em alguma agência de notícias que, por usa vez, estabeleceu esse conceito e alimentou ou a ignorància de profissionais da comunicação ou a má fé. Também não enfraqueço terem se estimulado pelas duas hipóteses. Na verdade, a imoralidade galvanização do comunismo internacional, aliada a traiçoeira e indecorosa essência dessa abjeta ideologia, pode destacar como seus símbolos dois emblemas: o muro de Berlim e o sanguinário Fidel Castro. Com a diferença de que o muro de Berlim - é válida a esdrúxula comparação - foi "mais humano" do que o déspota do Caribe.

Mas não é só isso, o ex-ministro Saulo Ramos destaca na página 39 de seu livro "Código da Vida" que o ensandecido ditador cubano era o único que sabia do paradeiro de Tchê Guevara (outra monstruosidade) nas selvas da Bolívia. Saulo Ramos deixa claro mais um defeito que caracteriza a personalidade do repulsivo criminoso cubano, o de traidor. Insiste Saulo que foi ele, Fidel, quem "dedou" Tchê, após uma série de desentendimentos entre os dois. Hoje, cínico, em seu feudo espalha junto à população escrava e tratada como rebanho no pasto, louvores à lembrança daquele que ajudou a matar, embora ambos não apresentem diferenças em suas formações de esgoto.

Fidel Castro, Mao Tse Tung, Pol Pot, Lênin, Stalin e outros menos votados assassinaram por volta de cem milhões de pessoas. Não há erro de digitação: cem milhões de pessoas assassinadas, torturadas, esfoladas, tendo como cadafalso os espaços geográficos de suas ditaduras. Todavia, essa esquerda sebosa, rançosa, maldosa, traiçoeira, indecente, estúpida, imoral e torpe de hoje tenta esconder a rede de esgoto de sua origem, forjando despudorada e diabólica mentira.

Fidel Castro foi um maldito assassino, cruel e desalmado, essa é a grande verdade que faltou ser dita por aqueles que noticiaram o que chamam de renuncia, Fidel Castro ainda é uma arruinada, incompetente e desonesta realidade social, uma criatura que melhor se identificaria se andasse sobre quatro patas, tanto que não se sabe como consegue se manter sobre duas.

Fidel Castro é uma figura tão revoltante em sua sede de sangue - mais de vinte e cinco mil assassinatos - que vivesse nos tempos de Cristo, não hesitaria em fornecer os pregos e martelo para sua crucificação, o que também fariam seus hoje lúgubres admiradores. O diabo o está chamando, por isso, vade retro satanás II.



Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui