Usina de Letras
Usina de Letras
42 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59672 )

Cartas ( 21255)

Contos (13337)

Cordel (10321)

Crônicas (22226)

Discursos (3170)

Ensaios - (9538)

Erótico (13486)

Frases (47225)

Humor (19422)

Infantil (4629)

Infanto Juvenil (3942)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138797)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2432)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5662)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Infantil-->OS BICHOS DA CRIANÇA -- 15/03/2001 - 11:13 (Antonio Albino Pereira) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
-Buá, buá, pai?
-Que foi filha?
-Nimiono pegou.
-O quê?
-Nimiono pegou ati.
-Onde?
-Ati no cota.
-Sai daí seu pernilongo danado. Matei.
-Papai, passa memédio?
-Claro, filha. Vou buscar. Pronto, sarou.
-Pai! Olha a titixa
-Onde, filha?
-Ali, na parede. Mata ela, pai.
-Tá bom, cadê o chinelo.
-Lelelo tá ati. Tô com medo.
-Papai mata ela. Pronto.
-Papai, coloca desenho?
-Tá bom. Vou mudar de canal.
-Iado, pai. Quelo pacolé.
-De nada, filha. Quer o quê?
-Pacolé, que tem bocão.
-Ah! Jacaré. Tá legal.
-Iado. -Pai, cê viu acaco?
-Não, cadê?
-Lá na evisão, tem lalalo também.
-O quê?
-Lalalo, pai.
-É mesmo, que cavalo bonito.
-O acaco é buíto. Ele passou olfume.
-O quê?
-Olfume pra ficar cheiroso.
-Ah! Sim. Ele tá é se coçando.
-Né não, é olfume.
-Tá bom.
-Pai, pode matar a fumiga?
-Pode sim, filha.
-Ai, ela vai moder minha dedo.
-Vai não, filha, ela é pequena.
-petenininha?
-É! Pequenininha.
-pai, pode pisar nela com o lelelo?
-Pode, filha.
-Papai, pode bincar com o titito?
-Cuidado pra não abrir a gaiola, senão ele voa.
-Tá bom, papai. Ele num morde não?
- Não, ele é manso, não bica não.
-É mansinho. Tão petinininho, olha pai.
-É mesmo. Ele é pequenininho.
-Pai, olha o cacholo. Pode bincar?
-Pode, mas cuidado pra ele não te morder.
-Morde não. Ele é bonzinho. Luí, vem cá Luí.
-Kekeyla, olha o cocó.
-Num é cocó não, pai. É galo.
-Ah! é? E como é que ele faz.
-Cococorococóóóóóóóóóó.

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui