Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
174 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59109 )

Cartas ( 21236)

Contos (13108)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9435)

Erótico (13481)

Frases (46496)

Humor (19274)

Infantil (4456)

Infanto Juvenil (3718)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138219)

Redação (3051)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5519)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->08.06.2020 - Filho Predileto -- 08/06/2020 - 08:53 (TARCISO COELHO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

https://www.facebook.com/quartinhodadany/posts/1253929151383586/

 

Diário da Pandemia

 

Filho Predileto

 

 

Certa vez perguntaram a uma mãe qual era seu filho preferido, aquele que ela mais amava.

E ela, deixando entrever um sorriso, respondeu:

 

"Nada é mais volúvel que um coração de mãe.

E, como mãe, lhe respondo: o filho predileto,

aquele a quem me dedico de corpo e alma...

É o meu filho doente, até que sare.

O que partiu, até que volte.

O que está cansado, até que descanse.

O que está com fome, até que se alimente.

O que está com sede, até que beba.

O que está estudando, até que aprenda.

O que está nu, até que se vista.

O que não trabalha, até que se empregue.

O que namora, até que se case.

O que casa, até que conviva.

O que é pai, até que os crie.

O que prometeu, até que se cumpra.

O que deve, até que pague.

O que chora, até que cale.

 

E já com o semblante bem distante daquele sorriso, completou:

O que já me deixou...

...até que o reencontre...".

                                               Erma Bombeck

 

 

 

O Diário de hoje dedico a Cândida Coelho Braz Bezerra, 95 anos, que ao longo de nossa convivência nos fez sentirmos toda predileção que tem pelos seus 103 descendentes, entre filhos, netos, bisnetos e tataranetos. Ela é minha Mãe. Que ela, com a graça de Deus, nos abençoe a todos.

 

 

 

Cândida

 

 

 

Ao dar-te o nome de Cândida Feliz ideia teve a criatura Ao pressentir-te talvez santa Ou mesmo imaculada e pura  

Tal qual Maria Mãe de Jesus Aos filhos amas com ternura Fazendo ao teu nome jus Pois és cheia de candura  

Com o teu grande saber Aprendemos muito da vida Para melhor a vida viver  

Que Deus vida longa te dê Para que ao longo da vida Tenhamos sempre você. Tarciso Coelho

 

 

 

 

 

 

Últimas Notícias: https://www.uol.com.br/

 

 

Diário da Pandemia

 

 

 

O Diário da Pandemia

Que inventei de escrever

Jamais teve a intenção

Que não só o meu querer

De o dia a dia registrar

Pra no futuro lembrar

O que estamos a viver

 

 

Mas é preciso dizer

Aqui não vou divulgar

Notícias de tristeza

Já que quero me alegrar

E se esse meu escrever

Nem pouco alegrar você

Mal também não lhe fará.

 

 

Caros Amigos,

 

 

A partir de 22.03.2020, passei a publicar versos meus em outras situações, retornando ao assunto em pauta apenas eventualmente.

 

Fique á vontade para lê-los ou relê-los no seguinte endereço:

 

www.usinadeletras.com.br

Autores

Letra T

TARCISO COELHO

Contos

 

Obs.: Fico grato pelas visitas, inclusive a outros trabalhos lá publicados, bem como aos comentários que tiverem a bondade de escrever.

 

 

 

Abraços a todos.

 

 

Tarciso Coelho, Crato (CE), 08.06.2020.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 6Exibido 110 vezesFale com o autor