Usina de Letras
Usina de Letras
37 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62126 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22528)

Discursos (3238)

Ensaios - (10326)

Erótico (13566)

Frases (50535)

Humor (20019)

Infantil (5413)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140775)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->O crash de 2008 -- 09/10/2008 - 09:42 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Ponto Crítico

ANO VIII - Nº 236 - 08/10/2008

O CRASH DE 2008

NOVO CRASH

Se a atual geração só conhece a Crise de 1929 através da leitura, em 2008 (80 anos depois) está conseguindo assistindo uma outra que já se mostra bem mais consistente. Desta vez seremos nós que escreveremos, para as novas gerações, a história deste novo Crash. O Crash de 2008.


CÓLERA

Diante do quadro depressivo, o presidente Lula mostra toda a cólera contra os EUA e ao FMI. Nas suas falas diárias deita a sua irritação contra a crise financeira internacional. Mas, a sua inconformidade, infelizmente, nunca se dirige aos países que nos dão prejuízos igualmente pesados, como é o caso da Bolívia (Petrobrás), Paraguai (Itaipu) e Equador (Petrobrás).


PARCIMONIOSO

Com relação aos países que não querem cumprir os contratos com o Brasil, Lula é francamente parcimonioso e tolerante. E nunca manifesta qualquer indignação quanto aos destinos neocomunistas, que os presidentes vitalícios da Venezuela, Equador e Bolívia (por enquanto), já estão dando à América Latina.


CHUMBO GROSSO

Aliás, no aspecto económico Lula já percebeu que será responsabilizado pela recessão que, inevitavelmente, está chegando por aqui. Da mesma forma com que recebeu muitos louros, sem nada ter feito para merecê-los, vai agora levar chumbo grosso pela derrocada. Lula poderia ter ficado sem essa se tivesse se empenhado pelas reformas necessárias. Como nada fez vai amargar o insucesso com uma forte taxa de desemprego no país provocada pela recessão que está aí à nossa frente.


BLINDADO?

Pelo andar da carruagem, o BC vai ainda acabar vendendo toda a quantidade de dólares que mantém como reservas cambiais. O mercado é todo comprador. E o mico vendedor é o BC. O quadro é pra lá de preocupante, não?


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui