Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
44 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59138 )

Cartas ( 21236)

Contos (13105)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46521)

Humor (19282)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3729)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138242)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5526)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->26.07.2020 - Diário da Pandemia -- 25/07/2020 - 19:38 (TARCISO COELHO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

https://www.facebook.com/watch/?v=1460847210698967

 

Diário da Pandemia

 

“A idade cronológica se refere ao tempo real de nossa vida, enquanto a idade biológica refere-se a quantos anos parece que temos. Já a idade psicológica se refere ao funcionamento cognitivo (habilidades da memória, aprendizado e de lidar com o emocional) e, conforme as pessoas envelhecem, essa função pode ficar defasada ou não”.

Veja mais em: https://biomedicinaestetica.com.br/idade-biologica-x-idade-cronologica/#.XxGPoVVKhdg

 

É por isso que me nego a deixar morrer a criança que há dentro de mim. Suiú.

 

IDADE

 

Já aconteceu de você, ao olhar para uma pessoa da mesma idade, pensar: “eu não sou assim tão velho”?

 

Veja o que conta uma amiga:

 

Estava sentada na sala de espera para a consulta com um novo dentista, quando observei o seu diploma na parede.

 

Li o seu nome e recordei de um moreno alto que tinha esse mesmo nome. Era da minha classe do colegial, uns 30 anos atrás e eu me perguntei:

"Seria o mesmo rapaz por quem eu tinha me apaixonado à época?"

 

Entrei na sala de atendimento e, imediatamente, afastei esse pensamento.

Esse homem grisalho, quase calvo, gordo, enrugado, era demasiadamente velho e desgastado pra ter sido o meu amor secreto.

 

Depois que ele examinou os meus dentes, perguntei se ele tinha estudado no Colégio Santa Cecília...

 

- Sim, respondeu-me.

 

- Quando se formou? perguntei.

 

- Em 1965 . Por que esta pergunta?

 

- É que... bem...você era da minha classe, exclamei.

 

E então aquele velho horrível, cretino, careca, barrigudo, flácido, lazarento, esclerosado, filho da p... me perguntou:

 

- A senhora era professora de quê?

 

🤣🤣🤣É relativo. "Quando duas pessoas se encontram há, na verdade, seis pessoas presentes: cada pessoa como se vê a si mesma, cada pessoa como a outra a vê e cada pessoa como realmente é". William James

 

Últimas Notícias: https://www.uol.com.br/

 

 

Diário da Pandemia

 

 

O Diário da Pandemia

Que inventei de escrever

Jamais teve a intenção

Que não só o meu querer

De o dia a dia registrar

Pra no futuro lembrar

O que estamos a viver

 

 

Mas é preciso dizer

Aqui não vou divulgar

Notícias de tristeza

Já que quero me alegrar

E se esse meu escrever

Nem pouco alegrar você

Mal também não lhe fará.

 

 

Caros Amigos,

 

 

A partir de 22.03.2020, passei a publicar versos meus em outras situações, retornando ao assunto em pauta apenas eventualmente.

 

 

Para lê-los ou relê-los clique: https://bit.ly/tarcisocoelho

 

 

 

Obs.: Fico grato pelas visitas, inclusive a outros trabalhos lá publicados, bem como aos comentários que tiverem a bondade de escrever.

 

 

 

Abraços a todos.

 

 

Tarciso Coelho, Crato (CE), 26.07.2020.

 

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 6Exibido 87 vezesFale com o autor