Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
158 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59109 )

Cartas ( 21236)

Contos (13108)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9435)

Erótico (13481)

Frases (46496)

Humor (19274)

Infantil (4456)

Infanto Juvenil (3718)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138219)

Redação (3051)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5519)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->17.08.2020 - Amar -- 16/08/2020 - 19:58 (TARCISO COELHO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

https://youtu.be/HyGxn3r-hrM

Diário da Pandemia

 

Amar

 

Amar torna-se um hábito edificante, que leva à renúncia sem frustração, ao respeito sem submissão humilhante, à compreensão dinâmica, por revelar-se uma experiência de alta magnitude, sempre melhor para quem o exterioriza e dele se nutre.

O amor é o rio onde afogam os sofrimentos, pela impossibilidade de sobrenadarem nas fortes correntezas dos seus impulsos benéficos. Sem ele a vida perderia o sentido, a significação. Puro, expressa, ao lado da sabedoria, a mais relevante conquista humana (Joanna de Ângelis/Divaldo Franco).

-x-x-x-x-x-x-

É preciso amar as pessoas, como se não houvesse amanhã (Renato Russo).

-x-x-x-x-x-x-

https://www.facebook.com/watch/?v=1605432666193840

 

https://youtu.be/IjZ1XeShvJc

 

Farias Brito (CE) – Oitava cidade

Farias Brito é um município da microrregião de Caririaçu, no estado do Ceará, no Brasil. Sua população estimada em 2019 era de 19.450 habitantes. Localiza-se na Região Metropolitana do Cariri.

A área geográfica onde se localiza a atual comunidade foi outrora campo de atividade da tribo indígena Cariús ou Kariús, que habitava grande parte da atual zona sul do sul do Ceará, ParaíbaRio Grande do Norte e sertão pernambucano.

O município de Farias Brito, antigo Quixará, começou a ser organizado entre o final do século XVII e princípios do século XVIII, originário da concessão de datas das sesmarias da Capitania do Ceará medindo cerca de três léguas cada, localizadas às margens do Rio Cariús. Há relatos de conflitos entre os povos indígenas que ali viviam e os brancos europeus que chegavam.

Registro da crônica histórica dá conta que um dos vultos marcantes da formação da comuna foi o coronel Francisco Gomes de Oliveira Braga, chefe político muito influente, que conseguiu que fosse, o povoado, elevado à categoria de vila em 1890.

Por ato de 22 de julho de 1873 e por Lei Provincial nº 2.042, de 06 de novembro de 1883 foi elevada à categoria de Arraial de Quixará.

O Decreto nº 82, de 13 de outubro de 1890, elevou-o à condição de município autônomo, com a denominação de Quixará, desmembrando-o das terras de Assaré.

No dia 15 de novembro de 1890, foi instalado oficialmente o novo município, tendo como prefeito José Alexandre Nunes.

Em 09 de outubro de 1920, porém, são cessadas as suas autonomias políticas e administrativas pela Lei Estadual nº 1.794, ficando Quixará sob a dependência de Santana do Cariri.

Pela Lei estadual nº 2.359, de 26 de julho de 1926, o distrito de Quixará deixa de pertencer ao município de Santana do Cariri, para ser anexado ao município de Crato.

Pelo Decreto estadual nº 193, de 20 de maio de 1931, o distrito de Quixará deixa de pertencer ao município de Crato, sendo incorporado ao município de São Mateus, atual Jucás.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Quixará, volta a pertencer ao município de Crato.

Em Lei nº 268, de 20 de dezembro de 1936, restituiu-lhe a categoria de Município, desmembrando-o do município do Crato.

Pelo decreto estadual nº 448, de 20 de dezembro de 1938, o município de Quixará adquiriu o distrito de Ingá (Cariutaba), do município de São Mateus.

Sob o mesmo decreto acima citado é criado o distrito de Quincuncá e anexado ao município de Quixará. Pelo decreto-lei estadual nº 1.114, de 30 de dezembro de 1943, o distrito de Ingá passou a denominar-se de Cariutaba.

Pela lei estadual nº 2.194, de 15 de dezembro de 1953, o município de Quixará passou a denominar-se Farias Brito. O nome Farias Brito é em homenagem ao filósofo Raimundo de Farias Brito

O nome primitivo do município era Quixará. Nome de origem indígena, derivado de “quixa” (o que corta), o dicótile “queixada” mais “à” (sufixo, dizendo “composto do”– composto de queixadas; lugar onde abundam esses dicótiles).

O município de Farias Brito é composto de cinco distritos: Nova Betânia, Cariutaba, Quincuncá, Barreiro do Jorge e a Sede.

 

Veja mais em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Farias_Brito_(Cear%C3%A1)

https://youtu.be/g-ZY0BuK0jo

https://youtu.be/sdoGlmkEP3k

 

 

Últimas Notícias: https://www.uol.com.br/

 

 

 

Diário da Pandemia

 

 

O Diário da Pandemia

Que inventei de escrever

Jamais teve a intenção

Que não só o meu querer

De o dia a dia registrar

Pra no futuro lembrar

O que estamos a viver

 

 

Mas é preciso dizer

Aqui não vou divulgar

Notícias de tristeza

Já que quero me alegrar

E se esse meu escrever

Nem pouco alegrar você

Mal também não lhe fará.

 

 

Caros Amigos,

 

 

A partir de 22.03.2020, passei a publicar versos meus em outras situações, retornando ao assunto em pauta apenas eventualmente.

 

 

Para lê-los ou relê-los clique: https://bit.ly/tarcisocoelho

 

 

 

Obs.: Fico grato pelas visitas, inclusive a outros trabalhos lá publicados, bem como aos comentários que tiverem a bondade de escrever.

 

 

 

Abraços a todos.

 

 

Tarciso Coelho, Crato (CE), 17.08.2020.

 

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 6Exibido 72 vezesFale com o autor