Usina de Letras
Usina de Letras
41 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62137 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10331)

Erótico (13566)

Frases (50547)

Humor (20019)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->O telefonema de Barack para Obrahma -- 14/11/2008 - 11:20 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
O telefonema de Barack

OBAMA RETORNOU O TELEFONEMA DE LULA

Finalmente o Presidente eleito dos Estados Unidos ligou de volta, para falar com Lula, que tentava contato desde a eleição na quarta-feira 04

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu um telefonema de retorno ontem, com o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama. Lula pós a embaixada de Washington, toda, para trabalhar na possibilidade de um encontro pelo menos fotográfico entre ele e o candidato vitorioso dos Democratas, na sua ida aos Estados Unidos para a reunião do G20 no próximo fim de semana.

Explorava-se inclusive a possibilidade do candidato lembrar que o Ministro Mangabeira Unger, ter sido um dos professores do curso de Mestrado que Obama fez em Harvard.

Lula e equipe ainda não compreenderam que Obama por cavalheirismo e educação política não quer fazer contatos pessoais com nenhum chefe de Estado antes da posse em 20 de janeiro, para não criar uma situação embaraçosa para o atual presidente Bush.

Inclusive quando alguns sugeriram que Obama comparecesse a reunião do G20 que acontecerá em Washington a partir de sábado da próxima semana, o candidato eleito disse que os Estados Unidos estariam representados pelo presidente de todos os americanos, George W Bush.

Durante a ligação, segundo informa a Radiobras, "Obama disse que o Brasil deve fazer parte do grupo de países que busca alternativas para superar a crise financeira mundial e aceitou o convite para visitar o país, em data ainda a ser definida."

Teria afirmado também que tema, como a crise financeira, não pode ficar restrito a um pequeno grupo de países.

Insinuado por Lula, o presidente eleito dos EUA reconheceu o Brasil como ator fundamental na América Latina, especialmente em relação à reforma do Conselho de Segurança da ONU.

De acordo com a assessoria de Lula, Obama demonstrou conhecimento sobre o Brasil, em especial sobre programas sociais, economia e energia renovável.

O presidente eleito do EUA informou a Lula que não vai estar em Washington no próximo sábado (15), quando será realizada a reunião do G20, deve se afastar exatamente para deixar Bush continuar exercendo a sua condição de chefe de estado.

Na conversa com Lula, Obama também lembrou que foi aluno do ministro da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger.

Segundo apurou "thepassiranews" Obama disse que está muito agradecido ao Brasil, por ter levado dos Estados Unidos, o chato professor Mangabeira Unger, que fala um inglês engraçado.

Todos ficaram felizes.


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui